Ir para o conteúdo

Expedição Amazônia

O Caribe brasileiro na Floresta Amazônica - descubra Alter do Chão, no Pará

Por: Equipe Vai por Mim + Ricardo Martins

| 11 de Novembro

Embarque em mais um destino incrível da Floresta Amazônica com o fotógrafo de natureza Ricardo Martins, em busca de cliques inspirados e cheios de poesia.

Você já ouviu falar que no Brasil alguns destinos são conhecidos como o “Caribe brasileiro”, não é? Que nosso país tem um pedacinho de paraíso assim, também, no meio da Amazônia, você sabia? Alter do Chão é um distrito da cidade de Santarém, no estado do Pará, que você vai amar descobrir!

O Caribe de águas doces é o novo destino escolhido pelo fotógrafo Ricardo Martins para continuar sua expedição fotográfica pela Amazônia. Veja o vídeo e confira mais um trecho cheio de surpresas dessa aventura!

Um paraíso de florestas encantadas

Em suas idas e vindas pelos cantos mais incríveis da Amazônia, Ricardo mergulhou de cabeça nesse destino que, em seus tempos áureos, era famoso pela extração do látex, matéria-prima utilizada para a fabricação da borracha. Quando o produto passou a ser importado, Alter do Chão descobriu no turismo sua nova fonte de renda e sobrevivência.

Entre tantas belezas naturais só encontradas em um bioma tão diverso e rico como a Amazônia, o fotógrafo visitou o vilarejo em busca de momentos únicos para serem registrados pela sua câmera, contando a história do local e de seus moradores, enaltecendo sua fauna e flora.

Além de dormir bem no meio da floresta, em um redário, visitar uma Samaúma gigante, árvore típica da Amazônia, ouvir as lendas que fazem dessa floresta um encanto, como a história da Curupira, e acompanhar de perto como é feita a extração manual do látex, direto de uma seringueira, Martins nos prova porque Alter do Chão merece entrar em sua lista de viagens inesquecíveis pelo Brasil. 

Uma mão usa uma faca para extrair látex de uma árvore.
A extração de látex já foi uma das principais atividades econômicas da Amazônia. (Fotografia: Ricardo Martins)

Continua depois da Publicidade

Como chegar em Alter do Chão, Santarém, PA

A cidade de Santarém está distante da capital do Pará cerca de 1385 km. Por isso, a melhor forma de chegar até lá é de avião. O aeroporto de Santarém recebe voos diretos das cidades de Belém, Brasília e Manaus. De lá até a vila de Alter do Chão são cerca de quarenta minutos viajando de carro pela PA-457, percorrendo os 38 km de distância. 

O que fazer no vilarejo de Alter do Chão?

De vida noturna agitada até às praias que não podem de forma alguma ficar de fora do seu planejamento do que fazer em Alter do Chão, o vilarejo tem muito o que oferecer para os seus visitantes. Ricardo Martins aproveitou todas essas dicas e nos trouxe para compartilhar especialmente com você!

Passeios de barco pelos rios

Em Alter do Chão, o que não faltam são belezas naturais para conhecer e se apaixonar. Ricardo utilizou de barcos para explorar o vilarejo e a região, pois é o meio de transporte mais comum para chegar em locais isolados e com pouco acesso.

Um barco com pessoas navega por rio cercado de vegetação nativa como igapés e igarapós.
O passeio de barco entre os rios amazônicos levam à descoberta dos igarapés e igapós. (Fotografia: Ricardo Martins)

Por lá, é possível fazer passeios turísticos como o Flona do Tapajós, onde você pode conhecer as praias, algumas comunidades da região, os igarapés, igapós e árvores amazônicas centenárias, ou o Canal do Jari, que te levará até a Ponta do Cururu, Ponta de Pedras e Lago Negro, praias que você vai conhecer agora!

Praias de Alter do Chão, Santarém, PA: as delícias do litoral em meio a Floresta Amazônica


As mais belas praias de água doce do Brasil têm endereço: são as margens rústicas e estonteantes do Rio Tapajós, Rio Arapiuns, do Lago Verde e também do Lago Negro, de águas transparentes e areia branquinha. Acredite se quiser: não perde em nada para as praias do litoral! Escolha o que mais te agrada e se apaixone por essa pequena porção de paraíso bem no meio da Amazônia.

Vista de cima de ilha de água doce cercando areia branca em dia ensolarado
As famosas ilhas de água doce são um dos diferenciais de Alter do Chão. (Fotografia: Ricardo Martins)
  • Ilha do Amor: ganhou esse nome em homenagem ao seu formato, que mais se parece um coração, mas não é uma ilha de verdade. Fica de frente à orla de Alter do Chão e é, na verdade, uma extensão de areia que divide o Lago Verde e o Rio Tapajós. Na época de estiagem, é possível atravessar para a ilha caminhando, refrescando as pernas até a altura da coxa. Em tempos de cheia, barquinhos levam os turistas até lá em uma viagem que dura, no máximo, cinco minutos.

    Com infraestrutura para atender os turistas em um belo dia de praia em meio à Floresta Amazônica, é só escolher de qual lado você prefere ficar! Prepare-se para se deparar com águas azuis cristalinas, de temperatura deliciosa. Não é à toa que foi a Ilha do Amor quem rendeu para Alter do Chão o título de Caribe da Amazônia!
  • Ponta do Cururu: você é daqueles que gostam de colecionar momentos inesquecíveis emoldurados pelo pôr do sol? Em Alter do Chão, Santarém, PA, esse é o lugar! Sua orla e beira são espaços disputados para quem ama esse momento do dia, seja com barcos ou lanchas. Aproveite para tirar aquela foto de recordação desse belo espetáculo da natureza.

    Durante o dia é quase deserto, o que garante curtir uma praia com tranquilidade, para quem é mais fã de sossego. Porém, não conta com infraestrutura, por isso não se esqueça de pegar tudo o que você precisa para o seu dia antes de embarcar em algum dos barcos que podem te levar até lá. O que reina em Ponta do Cururu é a calmaria, muito bem acompanhada do verde sem igual da mata.
Paisagem de ilha de água doce cercada de vegetação nativa em dia ensolarado
O Caribe Amazônico possibilita aproveitar as delícias do litoral em meio à floresta. (Fotografia: Ricardo Martins)
  • Ponta de Pedras: uma das mais estruturadas para receber turistas e moradores para dias de muito sol e diversão! Nela, é possível ir de carro, pela PA-457, ou de barco pelo rio. Bares e restaurantes te aguardam com suas sombrinhas de palha, espalhados em sua faixa de areia dourada. Para quem gosta de agitação, talvez seja a melhor escolha!

Conheça também:

  • Ponta do Muretá;
  • Ponta do Caxambu;
  • Pindobal;
  • Maguari.

Continua depois da Publicidade

Vitória-régia: de planta símbolo da Amazônia à estrela da culinária local

Você já pensou em comer Vitória-régia? Não, né?! Mas nós prometemos que ao visitar Alter do Chão, você vai descobrir que isso é completamente possível (além de delicioso). Ricardo visitou a casa da Dona Dulce, que se tornou um ponto turístico famoso da região, entre brasileiros e estrangeiros. Ela descobriu na planta típica da Amazônia a oportunidade de criar pratos tão saborosos quanto nutritivos.

Paisagem de rio cobertos por cultivo de vitória-régia na floresta amazônica.
Vitória-régia é mais do que uma planta típica amazônica, mas também um ingrediente importante da culinária local. (Fotografia: Ricardo Martins)

Ricardo provou e mais que aprovou!

Não deixe de visitar a Dona Dulce, conhecer a sua história e se deliciar com esses pratos que são a cara de Alter do Chão e do Pará!

Dica Vai por Mim: quer saber quando ir em Alter do Chão? Em ambiente de Floresta Amazônica, saber quando visitar é essencial para aproveitar o passeio, por isso escolha datas entre os períodos de agosto a dezembro, época chamada de “verão amazônico”.

Quer acompanhar a jornada de Ricardo pelos rios e matas em sua expedição fotográfica pela Amazônia, antes de chegar em Alter do Chão? Comece por Belém do Pará e depois desembarque na Ilha de Marajó!

Se quiser esticar a viagem e conhecer um pouco mais desse bioma, veja só as dicas imperdíveis que separamos para você:

+ No coração da Floresta Amazônica: apaixone-se pelas cachoeiras de Presidente Figueiredo, AM

+ Faça uma imersão em Anavilhanas, no coração do Amazonas

Aproveite tudo o que a Amazônia pode te oferecer!

Nos vemos no próximo destino!

Expedição Amazônia

Sinta a viagem pelo ecossistema amazônico com o fotógrafo Ricardo Martins e conheça a natureza selvagem, a cultura local e os personagens que integram este diverso bioma brasileiro. 

Perfeito para você

Receba dicas de roteiros de viagem e tudo sobre o universo dos automóveis no seu e-mail.

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Oba! Valeu por ser inscrever. Logo mais você receberá nossas novidades no seu e-mail.

Comentários

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Seu comentário será verificado
e poderá ser publicado em breve.

Oportunidades imperdíveis

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao navegar você concorda com nossa política de privacidade. Saiba mais.