Ir para o conteúdo

Mel na Estrada

As grandiosas e imponentes Cataratas do Iguaçu

Por: Equipe Vai por Mim + Mel Fronckowiak

| 14 de Abril

Um pé lá, outro cá. O gingado é de samba, mas também é de tango. Hora e outra, se ouve o bom português, mas também o sonoro e forte espanhol. As Cataratas do Iguaçu unem Brasil e Argentina de forma única: com toda a beleza das suas grandiosas quedas d’água.

Começando a segunda temporada da websérie Mel na Estrada - O mundo no Brasil, a influencer Mel Fronckowiak confere de perto esse cantinho do Brasil que se parece tanto com outro lugar famoso do mundo. Logo menos você vai saber quem é a irmã distante do nosso monumento natural.

Fronck conhece o Parque Nacional do Iguaçu, revigora as energias com as águas geladas do rio e não esconde a emoção que nasce nos seus olhos e acarinha o coração. Vai por mim: é lindo de ver! Ah, e ela ainda dá dicas do que fazer em Foz do Iguaçu, não perca!

Vamos dar o play na viagem?

Conhecendo as Cataratas do Iguaçu

Temos certeza de que você já ouviu falar dessa maravilha, afinal de contas, é o terceiro destino brasileiro mais procurado por turistas nativos e estrangeiros, e a principal atração de Foz do Iguaçu (PR).

As Cataratas do Iguaçu são um conjunto de 275 quedas d’água que deságuam no Rio Iguaçu. Uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo e Patrimônio Mundial pela UNESCO, as cataratas possuem mais de 2 quilômetros de extensão e podem atingir 80 metros de altura.

+ Você sabia? O nome “iguaçu” vem do tupi-guarani e significa “água grande”.

Onde ficam as Cataratas do Iguaçu?

Além de ser um ponto turístico de beleza majestosa, as cataratas tem uma característica geográfica muito interessante. O conjunto está localizado exatamente na fronteira do Brasil com a Argentina, dentro do Parque Nacional do Iguaçu. Sendo assim, podemos dizer que compartilhamos com o país vizinho uma formação geológica binacional.

Do lado brasileiro, o município que abriga as cataratas é Foz do Iguaçu, no Paraná. Já do lado argentino, a cidade de Puerto Iguazú, no estado de Misiones, é o destino dos visitantes que desejam admirar as formosas quedas d’água.

Continua depois da Publicidade

Cataratas do Iguaçu e Victoria Falls: irmãs separadas por dois continentes

Para aqueles que são grandes exploradores das belezas naturais e do contato com a natureza no Brasil e ao redor do mundo, uma comparação acaba surgindo. Nossa maravilha nacional se parece muito com Victoria Falls, na divisa entre a Zâmbia e o Zimbabwe, na África.

Victoria Falls é a maior queda d’água do mundo, cuja altura máxima atinge 128 metros. A verdadeira semelhança entre as gigantes sul-americana e africana é que o processo de erosão que deu origem a ambas é o mesmo.

Temos certeza que vale a pena ver de pertinho as quedas de Victoria, mas você nem precisa carimbar o passaporte para visitar uma das Sete Maravilhas do Mundo, já que ela está entre nós.

Visite as cataratas e saiba o que fazer em Foz do Iguaçu (PR)

Você não quer perder as opções de ecoturismo que te aguardam em Foz do Iguaçu, certo?! De fato, as cataratas estão no topo da lista daqueles que visitam a cidade, mas você ainda tem muito o que aproveitar na sua passagem por solo paranaense.

A propósito, aí vão duas dicas de roteiros para fazer no estado:

+ Desfrute conosco os incríveis cânions e cachoeiras no Paraná.

+ No litoral do estado, a Estrada Graciosa te leva à cidade de Antonina, cheia de encantos.

E você já pode arrumar as malas porque selecionamos os melhores atrativos de Foz para que você tenha uma viagem completa. Vamos nessa!

1. Parque Nacional do Iguaçu

Como você já sabe, as Cataratas do Iguaçu ficam no Parque Nacional, então, obviamente, este será seu principal passeio.

A parte brasileira do parque possui mais de 180 mil hectares de extensão e tem um visual de deixar qualquer um de boca aberta. Um fato importante é que se trata de uma unidade de conservação, cuja área é constituída por Mata Atlântica e toda a sua biodiversidade.

Mulher debruçada na grade sorri ao contemplar as Cataratas do Iguaçu
As Cataratas do Iguaçu ficam no Parque Nacional do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu, que também é considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, possui diversos pontos de observação nos quais é possível olhar as quedas d’água por diferentes ângulos. A principal parada dos turistas nesse trajeto é a Garganta do Diabo, que atrai olhares curiosos e fascinados devido à sua imensidão: mais de 80 metros de altura!

E para quem gosta de aventuras ecológicas, atividades como trilhas, rapel, raffting e passeios de barco estão disponíveis para o público. Inclusive, a Mel ama sentir a adrenalina de estar, literalmente, em meio às maravilhas da natureza. E ela escolheu duas atrações do parque para se aventurar.

Macuco Safári

Fotografia ampla do Rio Iguaçu e suas quedas d’água ao fundo. Um bote com passageiros está ao centro da imagem. Vegetação ao lado esquerdo e entre as cataratas.
O Macuco Safári é uma experiência turística de encher os olhos!

Continua depois da Publicidade

O próprio parque oferece esse passeio, no qual você pode sentir na pele a queda d’água. Tudo é feito com responsabilidade e segurança! Após uma trilha em um veículo de safári, os turistas são equipados com colete salva-vidas e levados até a cachoeira em uma lancha.

Não é só pra ver, é pra se molhar! E por acaso tem jeito melhor de lavar a alma?

Passeio de helicóptero

Na água ou no ar, você vai se impressionar com cada pedacinho do Parque Nacional. Você encararia um voo de helicóptero sobre as Cataratas do Iguaçu? A Mel encarou e, diga-se de passagem, seus olhos transbordaram de emoção ao ver toda aquela beleza lá de cima.

O passeio é rápido, dura entre 10 e 30 minutos, mas sem dúvidas será inesquecível.

Painel de um helicóptero pousado no heliponto. Vista para um amplo campo de grama e árvores ao fundo.
Fronck se aventurou em um voo de helicóptero no Parque Nacional do Iguaçu

2. Parque das Aves

Mata nativa, fauna e flora preservadas, e uma experiência de conexão com o meio ambiente. No Parque das Aves, os viveiros abrigam araras, papagaios, tucanos e até flamingos. O espaço tem como objetivo:

  • Favorecer a reprodução de animais resgatados;
  • Possibilitar a permanência de espécies em extinção;
  • Conservar uma área da Mata Atlântica.

São 1.500 aves de 150 espécies, além do borboletário e do setor de répteis.

Em meio à floresta, uma mulher alimenta dois tucanos pousados em um galho de árvore
Parque das Aves, em Foz do Iguaçu (PR)

3. Usina de Itaipu

Uma ótima alternativa do que fazer em Foz do Iguaçu é a visita à Usina Hidrelétrica de Itaipu. Sabe por quê? Não só pela sua engenhosidade admirável, mas também por ser a maior usina de energia limpa e renovável do planeta.

A enorme construção entre Brasil e Paraguai pode ser conhecida através de um passeio de ônibus com guia turístico. Uma das paradas é num mirante, de onde os visitantes têm uma vista panorâmica de toda a área.

O passeio de barco pelo lago Itaipu, partindo do Porto Kattamaram, é mais uma possibilidade à parte.

Vista aérea da Usina Hidrelétrica de Itaipu, que é uma enorme barragem no rio Paraná.
Faça uma visita à Usina de Itaipu e se surpreenda!

4. Marco das Três Fronteiras

Vai por mim, você não pode deixar de ter a experiência única de estar na fronteira entre três países: Brasil, Argentina e Paraguai. O Marco das Três Fronteiras é a pedida perfeita para um fim de tarde, principalmente para os amantes do pôr do sol.

Cada país possui um obelisco com as cores de sua bandeira, representando a integração entre as três nações.

Outras atrações em Foz do Iguaçu e redondezas

Cansou? Calma que ainda tem muita coisa para você curtir na cidade paranaense. O destino ainda conta com opções diurnas e noturnas para você e toda a família. Olha só:

  • Templo Budista: com lindos jardins e enormes estátuas;
  • Bar de Gelo: para se divertir com temperaturas abaixo de zero;
  • Forest Experience: uma experiência que acontece semanalmente no Parque das Aves, para conhecer a cultura dos indígenas Guaranis;
  • Roda-gigante Yup Star: possui 88 metros de altura e fica próximo ao Marco das Três Fronteiras;
  • Museu de Cera: que fica no Dream Park Show e possui esculturas de figuras famosas;
  • Compras no Paraguai: para quem quer aproveitar o roteiro, dar um pulinho no país vizinho e fazer compras com preços mais agradáveis que no Brasil.

Continua depois da Publicidade

Foz do Iguaçu? É pra lá que eu vou!

As Cataratas do Iguaçu são a porta de entrada para a sua passagem por Foz, afinal, existem muitas possibilidades na cidade. É bom começar a planejar o roteiro de lugares para visitar e, não menos importante, saber como chegar em Foz do Iguaçu.

Não tem mistério: a melhor maneira de chegar é pelo aeroporto internacional, situado a mais ou menos 15 quilômetros do centro da cidade.

A partir de lá, alugue um carro para se locomover pelo município. A Mel foi de Fiat Toro, mas você pode explorar as terras paranaenses com outros carros com central multimídia perfeitos para cair na estrada.

Curtiu a dica? Veja também as vantagens que nossos parceiros oferecem para você viver mais experiências imperdíveis como esta.

Continue com a gente e assista ao próximo episódio de Mel na Estrada - O mundo no Brasil, em que visitamos a espetacular Chapada das Mesas, no Maranhão.

Mel na Estrada

Descubra destinos e experiências transformadoras viajando de carro com Mel Fronckowiak.

Perfeito para você

Receba dicas de roteiros de viagem e tudo sobre o universo dos automóveis no seu e-mail.

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Oba! Valeu por ser inscrever. Logo mais você receberá nossas novidades no seu e-mail.

Comentários

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Seu comentário será verificado
e poderá ser publicado em breve.

Oportunidades imperdíveis

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao navegar você concorda com nossa política de privacidade. Saiba mais.