Ir para o conteúdo

Guia Futurístico

A Região Serrana do Rio como você nunca viu

Por: Equipe Vai por Mim + Mala de Aventuras

| 21 de Setembro

Tem dias que tudo o que a gente quer é “uma casa no campo onde possa compor muitos rocks rurais…”. Mudar-se de cidade para viver esse sonho nem sempre é uma alternativa, ainda bem que podemos pegar a estrada e apreciar bons momentos nos inúmeros destinos maravilhosos do nosso Brasil.

Por isso, desta vez o nosso Guia Futurístico vai te apresentar um roteiro especial para desbravar as montanhas, contemplar a paisagem acima das nuvens e desfrutar a gastronomia da Região Serrana, RJ. Vai por mim, o interior do estado do Rio de Janeiro te aguarda para uma experiência digna das mais belas canções de MPB.

Quem nos apresenta essa aventura são Nanda Hudson e Gaia Vani, do blog Mala de Aventuras. Venha conhecer três destinos especiais da Serra do Rio de Janeiro, ideais para quem quer aproveitar alguns dias na tranquilidade do campo.

Assista ao vídeo e confira as dicas incríveis que essa dupla preparou. Bora viajar?

Continua depois da Publicidade

3 cidades especiais para conhecer a Região Serrana do Rio

Você sabia que Nanda e Gaia são petropolitanas? Então, ninguém melhor que elas para mostrar com detalhes seus cantinhos preferidos e o que fazer na Região Serrana do RJ.

1. Petrópolis: natureza para quem quer tranquilidade

Começamos com um passeio de bike pela zona rural, em Secretário. O bairro fica no distrito de Pedro do Rio e entrega vistas espetaculares para quem explora suas rotas, sejam as mais fáceis ou as que exigem maior preparo físico, fica a dica.

Inclusive, ali mesmo, é possível avistar de vários ângulos uma das montanhas mais imponentes da Serra Fluminense, a Maria Comprida – um verdadeiro paraíso para a prática esportiva de montanhismo.

Duas mulheres passeando de bicicleta em zona rural com vegetação ativa
Passeios de bike e prática de montanhismo são as principais atrações de Secretário, bairro localizado no distrito de Pedro do Rio.

A próxima parada é o mundialmente conhecido Parque Nacional da Serra dos Órgãos. A unidade de conservação possibilita a famosa travessia Petrópolis – Teresópolis. Aliás, Nanda e Gaia compartilham com a gente uma trilha chamada Travessia Cobiçado Ventania, dica bem exclusiva! Vai por mim, você precisa sentir a maravilha que é dormir no topo da montanha e acordar com o nascer do sol ao som dos pássaros cantando.

Mulher pratica montanhismo em região cercada por montanhas cobertas por vegetação ativa
A trilha de montanhismo da Travessia Cobiçado Ventania é um dica exclusiva das influenciadoras do Mala de Aventuras, que também são petropolitanas.

Mais atrativos para conhecer em Petrópolis:

  • Museu Imperial: sabia que a cidade já foi a casa de D. Pedro II? Por isso, tem o maior acervo do império brasileiro!
  • Palácio de Cristal: conta com uma bela exposição de flores, pássaros e produtos agrícolas.
  • Casa de Santos Dumont: vale a pena visitar a residência desse importante inventor brasileiro!

2. Nova Friburgo e a diversidade de turismo de aventura

Reservas ambientais, trilhas, cachoeiras, mirantes e formações rochosas são alguns dos elementos que compõem o deslumbrante visual de Nova Friburgo. O município é mais um dos destinos especiais da Região Serrana do Rio, inclusive, ele é abraçado pelo verde da Mata Atlântica.

Ali, a gente encontra o Parque Estadual dos Três Picos, destino obrigatório para quem curte atividades radicais como o trekking. É lá que está localizado o pico mais alto da Serra Fluminense, com 2.316 metros acima do nível do mar. No mesmo parque, temos a Pedra da Caixa de Fósforo, uma curiosa formação rochosa que desafia a gravidade – até parece coisa de filme de ficção!

As aventureiras ficaram hospedadas pertinho do parque, em um chalé pra lá de charmoso.

Paisagem de montanhas cobertas por vegetação ativa em dia claro
No Parque Estadual dos Três Picos se encontra o ponto mais alto da Serra Fluminense, com 2.316 metros acima do nível do mar.

Mais atrativos para conhecer em Nova Friburgo:

  • Teleférico do Suspiro: para uma vista panorâmica da cidade.
  • Polos de moda íntima: Nova Friburgo é a cidade das lingeries, a pedida perfeita para quem quer renovar o guarda-roupa.
  • Jardim do Nêgo: um ateliê ao ar livre com esculturas gigantes feitas em pedra e cobertas de lodo.

3. Teresópolis acima das nuvens e o Dedo de Deus

Próxima parada: o município de Teresópolis. Quando te disserem que é possível estar nas nuvens e enxergar o Dedo de Deus, acredite!

Com 40 minutos de caminhada pela Trilha da Pedra do Elefante, Nanda e Gaia chegaram a um ponto acima das nuvens, onde puderam desfrutar de um visual único para a cadeia de montanhas que abriga o principal cartão-postal da Região Serrana.

Completamos a passagem pela cidade visitando a Cachoeira do km 13, situada na estrada que liga Teresópolis a Itaipava. E, mais uma vez, nossas guias nos levaram a um cantinho pouco explorado: uma abertura fascinante acima da queda d’água, apelidada carinhosamente como Janela do Céu.

Paisagem de montanhas cobertas por nuvens em clima serrano
A cadeia montanhosa conhecida como Dedo de Deus é um cartão-postal de Teresópolis

Para fechar essa imersão pelo município, aprecie ao fim do dia um belíssimo pôr-do-sol no mirante na Serra de Teresópolis.

Mais atrativos para conhecer em Teresópolis:

  • Granja Comary: é a sede da seleção brasileira de futebol e pode ser visitada quando os jogadores não estiverem por lá.
  • Feirinha do Alto de Teresópolis: encontre artesanato e roupas invernais aos sábados, domingos e feriados.
  • Vila St. Gallen: a vila de estilo germânico é uma opção de passeio gastronômico e cervejeiro.
Duas mulheres abraçadas posando em cachoeira com vista para vegetação ativa
A estrada que liga Teresópolis a Itaipava esconde um cantinho especial: a Cachoeira do km 13 que oferece uma vista única para a "Janela do Céu", apelidada carinhosamente por Nanda e Gaia.

Outras opções de destinos serranos no Brasil

Quer conhecer outros lugares como este? Visite também:

Serra Gaúcha em Gramado e Canela-RS:

Além da experiência na Serra Gaúcha, as cidades-irmãs dispensam apresentação, mas não custa destacar a arquitetura deslumbrante e os melhores doces da região – só não se esqueça de ir bem agasalhado!

Serra da Mantiqueira em São Bento do Sapucaí-SP:

Com uma vista linda para o estado, o que não falta é tranquilidade na Serra da Mantiqueira, sem falar, claro, no clima gelado e agradável.

Culinária que dá água na boca!

Você sabia que, assim como em Campos do Jordão – SP, Petrópolis tem uma herança cultural alemã? Já dá pra ter uma boa noção dos cardápios típicos da cidade. Espia só!

Continua depois da Publicidade

O chef Michel Scharder, do conhecido Restaurante Família Scharder, apresentou iguarias da Alemanha, país de origem de sua família. Por lá, não pode faltar o tradicional joelho de porco, um dos pratos típicos da Região Serrana. Ele é servido em três versões: cozido (como é na Alemanha), defumado e frito.

É impossível falar de Petrópolis sem falar de boas bebidas, aliás, a primeira cervejaria do Brasil foi inaugurada lá. Ah, e o município ganhou recentemente o título de Capital Estadual da Cerveja.

Nossas companheiras do Mala de Aventuras visitaram uma fábrica familiar que tem mais de 10 estilos de cervejas artesanais. A Cervejaria Odin possui um casarão localizado no coração histórico da cidade, perto das principais atrações turísticas do centro, como a Praça da Liberdade e o Museu Imperial.

Por isso, fica mais uma dica: que tal um passeio em família para curtir um delicioso almoço, apreciar as bebidas e, depois, visitar os pontos turísticos? Só não se esqueça de ir com o motorista da rodada!

Homem sorrindo segurando copo de cerveja dentro de restaurante
Como bom petropolitano, Chef Michel Scharder, do renomado Restaurante Família Scharder, é um apreciador da culinária alemã.

Como chegar nas cidades da Região Serrana do Rio de Janeiro

Se você quer um roteiro turístico para ter contato com a natureza, subir montanhas, visitar mirantes e desfrutar de cachoeiras, vale passar pelas três cidades que Nanda e Gaia sugeriram.

  • Petrópolis: 66 km de distância do Rio de Janeiro;
  • Teresópolis: 95 km da cidade maravilhosa.
  • Nova Friburgo: 140 km da capital carioca.

Antes de pegar estrada, conheça os grupos de carro mais indicados para essa viagem inesquecível. Você pode curtir a estrada fluminense com todo o conforto do grupo G, mas se está em busca de custo-benefício conte com a versatilidade do grupo C.

Também não deixe de contar com as vantagens dos nossos parceiros, para uma aventura como essa. Aproveite e faça uma viagem completa!

Até o próximo destino!

Duas mulheres se apoiam em portas dianteiras de carro branco
Para curtir toda a rota turística da região serrana do Rio, alugar um carro pode ser a melhor pedida para fazer todos os passeios com flexibilidade e autonomia.

Guia Futurístico

Viva a experiência completa que um destino brasileiro pode oferecer, mergulhando nas atrações, gastronomia e cultura locais.

Perfeito para você

Receba dicas de roteiros de viagem e tudo sobre o universo dos automóveis no seu e-mail.

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Oba! Valeu por ser inscrever. Logo mais você receberá nossas novidades no seu e-mail.

Comentários

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Seu comentário será verificado
e poderá ser publicado em breve.
Eduardo Alves Pequeno

Tive meses atrás a trabalho em Teresópolis, indo pelo menos uma vez na semana e o pouco que pude ver já me deslumbrou muito! Com certeza vou conhecer melhor a região serrana do Rio. Parabéns! Ótimas dicas.

Oportunidades imperdíveis

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao navegar você concorda com nossa política de privacidade. Saiba mais.