Ir para o conteúdo

Mel na Estrada

Viajando com sustentabilidade: 4 destinos incríveis de ecoturismo para você conhecer

Por: Equipe Vai por Mim + Mel Fronckowiak

| 26 de Outubro

De pouco em pouco, a gente vai marcando presença em cada estado brasileiro em busca de destinos que se comprometem em zelar pelo meio ambiente e pelos povos que têm na sua terra a maior riqueza.

O turismo sustentável é o nosso guia da vez, então prepare-se para uma jornada repleta de contato com a natureza, educação ambiental, valorização da cultura local e outras ações. Fizemos um apanhado do que foi essa temporada de Mel na Estrada, com as Rotas Sustentáveis.

Vamos lá? Veja os destaques deste passeio por 4 destinos de turismo ecológico e sustentável no Brasil!

Como não amar o turismo sustentável?

Se você chegou até aqui, provavelmente é porque, assim como nós, tem paixão por viagens. Certo? É, o nosso imenso Brasil tem uma infinidade de lugares para conhecer, e muitos deles podem ser considerados destinos sustentáveis.

O crescente desejo por experiências de ecoturismo é uma realidade, inclusive, esse progresso vem desde os primórdios do turismo sustentável no Brasil. Mundialmente, o tema surgiu por volta dos anos 1970, enquanto por aqui, o ecoturismo entrou em pauta em 1985, a partir de iniciativas governamentais que fomentam práticas de sustentabilidade relacionadas à atividade turística.

E quais são essas práticas? A Política Nacional de Ecoturismo se concentra nos seguintes princípios:

  • Melhores condições de vida e benefícios às comunidades locais;
  • Valorização e preservação dos recursos naturais;
  • Conscientização sobre questões ambientais, sociais e econômicas.

O turismo ecológico é uma categoria turística que coloca os viajantes em um contato mais próximo com a natureza. Mais do que observar as belas paisagens, o ecoturismo permite que as pessoas vivenciem o que há de melhor, sempre com total respeito aos seres que habitam esses ambientes.

Nesse sentido, a prática de esportes é uma das possibilidades dentro dessa vertente. Canoagem, rafting, arvorismo, tirolesa e trekking são alguns exemplos de como é possível se aventurar em meio à natureza, com a responsabilidade de não causar danos ao ecossistema.

Além disso, conhecer e respeitar a cultura local é mais uma maneira de impulsionar o desenvolvimento sustentável, uma vez que retrata a história e os ofícios de uma comunidade. Os produtores, artesãos e prestadores de serviços têm, assim, a oportunidade de reconhecimento social e financeiro.

+ Quer logo conhecer algumas opções de ecoturismo no Brasil?

+ Chapada dos Veadeiros (GO)

+ Chapada Diamantina (BA)

+ Alter do Chão (PA)

+ Bonito (MS)

+ Itacaré (BA)

De modo geral, o turismo sustentável tem a ver com harmonia e responsabilidade em relação ao meio ambiente, às pessoas, ao patrimônio natural e cultural.

Continua depois da Publicidade

4 roteiros de turismo sustentável pelo Brasil

Já que a ideia é manter uma relação sustentável com a natureza em cada um dos seus roteiros, você precisa conhecer os melhores destinos brasileiros para praticar o ecoturismo.

Quem nos convida para uma jornada em 4 lugares excepcionais é a Mel Fronckowiak, que, mais uma vez, topou se aventurar com a gente pelas estradas nacionais. Conheça as paradas que fizemos em nossas Rotas Sustentáveis.

1. A riqueza e a diversidade do Pantanal

O Pantanal está na boca do povo! Mas também, não é pra menos: além de ter sido sucesso na TV, é um verdadeiro santuário no Centro-Oeste do Brasil. Trata-se de um bioma diferenciado, que traz um mosaico composto por diversos cenários diferentes.

Plantas e bichos que também estão presentes em outros ecossistemas fazem do Pantanal um lugar de inigualável biodiversidade. O “reino das águas” sul-americanas está localizado nos estados do Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS).

+ Acompanhe a expedição pelo Pantanal com o fotógrafo Ricardo Martins 

Mel Fronckowiak está sorridente e segura uma muda de árvore no Pantanal.
Agrofloresta no Refúgio Caiman.

Foi no município de Miranda (MS) que a Mel se hospedou em um hotel totalmente integrado à natureza, regido pelo que eles chamam de ciclo sustentável. Estamos falando do Refúgio Caiman, onde nossa apresentadora passou uns dias e curtiu um safári com focagem noturna, fez passeio de cavalo pela manhã e canoagem ao entardecer.

Ela também conheceu outras iniciativas do espaço, como produção de alimentos na Agrofloresta e observação de uma das aves mais icônicas do Pantanal através do Projeto Arara-Azul.

Perfeito para você

Receba dicas de roteiros de viagem e tudo sobre o universo dos automóveis no seu e-mail.

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Oba! Valeu por ser inscrever. Logo mais você receberá nossas novidades no seu e-mail.

2. O “deserto das águas” no Jalapão

Para quem gosta de mergulhar em novas aventuras, literalmente, o Jalapão é a opção ideal. A cidade, do estado do Tocantins, possui diversas cachoeiras, rios e fervedouros para você lavar a alma. Ah, e por lá também te esperam as famosas dunas de areias douradas, localizadas dentro do Parque Estadual do Jalapão.

+ Visite também as dunas de Jericoacoara, no Ceará

Os atrativos são, por si só, uma experiência de turismo sustentável e conexão com a natureza. Melhor ainda quando você encontra uma hospedagem repleta de recursos que promovem a sustentabilidade! É o caso da Korubo, um Safári Camp no Jalapão.

O glamping gera empregos para os moradores nativos, incentiva a produção e o comércio do artesanato e funciona à base de fontes de energia alternativa.

Quando você pensa em turismo sustentável, é claro que a escolha da estadia também deve ser levada em conta. Mas com as nossas dicas não tem erro, vai por mim!

Mel Fronckowiak contempla fervedouro no Jalapão-TO cercado de vegetação nativa
O “deserto das águas” existe e fica no Tocantins. Conheça o Jalapão!

Continua depois da Publicidade

3. Uma experiência incrível na Amazônia

De volta à região Centro-Oeste do país, a Fronck foi conhecer um pedaço da Amazônia no estado do Mato Grosso. O mais interessante de visitar esse bioma é que sua experiência vai depender do clima, porque o cenário muda de acordo com o ciclo de chuvas.

Dependendo da época, ou você encontra folhas de um verde intenso, ou você tem a possibilidade de avistar incríveis aves com mais nitidez. Tem coisa mais ecoturística que isso?!

Na verdade, tem sim! A maior floresta tropical do mundo conta com unidades de conservação, como a Reserva Particular do Patrimônio Nacional (RPPN) onde está inserido o ecolodge onde a Mel se hospedou.

No Cristalino Lodge, o turismo responsável é uma das premissas, junto à educação e conservação ambiental, além do incentivo à pesquisa. E ainda há uma lista de iniciativas praticadas no dia a dia do hotel:

  • Uso de energia solar;
  • Compostagem do lixo orgânico;
  • Uso de produtos de limpeza biodegradáveis;
  • Sustentabilidade social com a compra de produtos locais;
  • Entre outras.

Isso porque ainda nem mencionamos as atividades das quais os turistas podem desfrutar, tais como passeio de barco pelo Rio Cristalino, trilhas amazônicas e torre de observação com 50 metros de altura.

Mel Fronckowiak come fruta típica da Floresta Amazônica enquanto sorri
Amazônia Mato-Grossense: uma experiência inesquecível na floresta tropical

4. Arte sustentável em Turmalina

Minas Gerais não poderia ficar de fora das nossas Rotas Sustentáveis. É lá que o barro se torna matéria-prima para a arte das mulheres de Turmalina, no Vale do Jequitinhonha - MG. Aliás, a região é bem famosa pelo artesanato em cerâmica, uma tradição perpetuada a cada geração.

O turismo sustentável nessa cidade do sertão mineiro acontece quando os visitantes vão conhecer todo o processo produtivo, da extração à arte final, por meio do roteiro “Do barro à arte”. Também vemos o ecoturismo nas ações da comunidade para atender aos viajantes, sem falar da visitação a locais com belíssimas paisagens.

+ Faça uma expedição por Minas Gerais!

Por fim, é bem verdade que o povo mineiro é hospitaleiro raiz. A estadia da Mel foi na Receptivo Familiar da Deuzani, onde não falta uma boa prosa, comida boa na mesa e, como já era de se esperar, muita arte.

Mel Fronckowiak e a artista Zezinha Gomes sentadas em um banco de madeira em um quintal arborizado. Ao fundo, bonecas esculpidas em cerâmica.
Zezinha Gomes é uma das mais reconhecidas artistas do Vale do Jequitinhonha.

Continua depois da Publicidade

Coloque o pé na estrada e conheça os destinos mais incríveis do Brasil

E vamos de mais dicas? Olha só, os destinos que apresentamos aqui variam em grau de dificuldade para chegar. Se você pretende ir a Turmalina (MG), basta escolher um carro simples e econômico, como um Gol ou Voyage.

Caso deseje desbravar a Amazônia, aposte em um bom carro para pegar estrada confortavelmente. Já para chegar ao Jalapão (TO), um 4x4 é a pedida perfeita. E a viagem ao Pantanal (MS) também pede um carro aventureiro.

+ Veja outras opções de carros para viajar!

Qualquer que seja a sua escolha, nossos parceiros sempre terão ofertas super especiais ao seu dispor!

Encerramos por aqui mais uma temporada de Mel na Estrada, com as Rotas Sustentáveis. Mas ainda temos um monte de dicas para você que ama turismo e ama ter experiências de imersão na natureza. É por isso que selecionamos ótimos glampings no Brasil para você conhecer. Confira os episódios de Rota dos Glampings!

Nos vemos lá!

Mel na Estrada

Descubra destinos e experiências transformadoras viajando de carro com Mel Fronckowiak.

Comentários

Esse site é protegido por reCAPTCHA. As Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google se aplicam.
Seu comentário será verificado
e poderá ser publicado em breve.

Oportunidades imperdíveis

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao navegar você concorda com nossa política de privacidade. Saiba mais.